ACESSO RESTRITO

Últimas do Blog

5 DICAS DE OURO PARA COMPRAR SEU APARTAMENTO

Sair da casa dos pais, casar, família aumentando, diminuindo ou porque decidiu fazer um investimento. Não importa o motivo, na hora de escolher um apartamento para chamar de seu estas dicas podem evitar que você veja seu sonho se transformando em pesadelo. 

São 5 dicas de ouro para te ajudar na hora de comprar seu novo apartamento e evitar que seu sonho se transforme em pesadelo.
 


1. INVESTIGUE O PASSADO DA CONSTRUTORA
Você deve pesquisar, analisar e buscar referências. Procure conhecer a história da construtora responsável pelo prédio onde está o apartamento que escolheu. Se ainda estiver na planta, vá conhecer empreendimentos que já tenham sido entregues, converse com os moradores dos empreendimentos mais antigos. 
Pergunte sobre o cumprimento dos prazos de entrega, qualidade dos imóveis e estrutura predial.
Também vale pesquisar na internet sobre a construtora, principalmente nas redes sociais e blogs onde muitos compradores deixaram registradas suas avaliações.

2. CERTIFIQUE-SE DE QUE O IMÓVEL ESTÁ REGISTRADO

Antes de qualquer coisa, peça para a construtora o número do Registro de Incorporação. Verifique no cartório de registros de imóveis do município se o imóvel realmente está registrado. O RI (Registro de Incorporação do Imóvel) descreve todas as características construtivas do condomínio e seu objetivo é informar como será o imóvel. Com detalhes da planta das áreas comuns, privativas, de lazer ou vagas de garagem e outras informações importantes, referente ao empreendimento.
O registro, entre outras coisas, determina que as construtoras sigam o projeto conforme proposto. E assegura a entrega do empreendimento, respeitando o método e os prazos determinados pela lei. 


Apartamentos novos em Curitiba aumentaram 13% em 2012

O preço dos imóveis novos em Curitiba aumentou 13,1% em 2012, em comparação ao ano anterior. O valor médio do metro quadrado na cidade ficou, segundo o levantamento feito pela Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR), em R$ 5.584. O índice considera apenas os apartamentos residenciais lançados, vendidos por construtoras e incorporados no período.

De acordo com o presidente da entidade, Gustavo Selig, apesar da contínua valorização dos imóveis na capital paranaense, o crescimento nos próximos anos deve ser mais modesto e se manter entre 10% e 15% ao ano.

Os imóveis de quatro dormitórios foram os que apresentaram maior valorização no período, registrando variação de 22%. Na tipologia, o preço do metro quadrado chegou a R$ 6.866. No bairro Cabral foi registrado o maior valor de venda do metro quadrado privativo, atingindo R$ 8.604. A região foi seguida pelo Ecoville (R$ 7.602) e Água Verde (R$ 7.081).

Os itens que contribuem para a composição do preço desses imóveis, conforme explica Selig, são o valor do terreno e custos elevados para a construção nos bairros nobres. “Considerando que esses empreendimentos estão em regiões nobres da cidade e têm alto padrão de acabamento, a variação se justifica”, afirma.

Já os imóveis de três dormitórios apresentaram alta de 15% em 2012, chegando ao preço médio de R$ 5.224. A pesquisa aponta que o Bigorrilho, também conhecido como Champagnat, obteve maior preço por metro quadrado (R$ 6.618), seguido do Centro (R$ 6.439) e Batel (R$ 6.028).

Os apartamentos de um e dois dormitórios, por sua vez, valorizaram 7% e 8%, chegando aos valores de R$ 5.421 e R$ 4.825 por metro quadrado, respectivamente. Os bairros Batel (R$ 7.935), Mercês (R$ 7.149) e Juvevê (R$ 7.135) foram os que registraram maiores taxas para os lançamentos de um dormitório. Em relação aos de dois quartos, os maiores valores foram registrados no Batel (R$ 7.601), São Francisco (R$ 6.606) e Juvevê (R$ 6.435).